Projeto Web Segura

60% das crianças mentem sobre informações pessoais na web

By 2 de maio de 2012 No Comments

Metade dos adolescentes com idades entre 11 e 18 anos mentem sobre suas informações pessoais, de acordo com estudo da Kidscape, instituição de apoio e proteção a crianças. Executada pela a instituição e conduzida como parte do Safer Internet Day, a pesquisa revelou que 60% das crianças mentem a idade, enquanto 40% fornecem informações falsas sobre relacionamentos pessoais.

Cerca de 7% delas admitiu que nunca conta a verdade aos pais sobre suas atividades online, e surpreendentes 83% confirmaram que já fizeram algo de rude ou inapropriado enquanto navegavam na web, sendo os meninos duas vezes mais propensos a isso do que as meninas.

Além disso, mais de 45% afirmaram que às vezes são mais felizes online do que na vida real, e 47% declararam que se comportam de maneira diferente no computador do que o fazem offline. “Ficamos chocados pelo número de riscos existentes para os jovens que estão online. Sabemos que comportamentos seguros na internet são ensinados nas escolas e por outras organizações como nós, entretanto os adolescentes parecem incapazes de reconhecer os riscos por si mesmos”, disse Peter Bradley, representante da Kidscape.

“Esses dados sugerem que as crianças enxergam o ciberespaço como algo separado do mundo real e um lugar no qual podem explorar partes de seu comportamento e personalidade que provavelmente não poderiam exibir na vida cotidiana. Não podemos permitir que o mundo virtual seja um lugar mais feliz do que a vida real, caso contrário estaremos criando uma geração de jovens que não se encaixam adequadamente na sociedade” apontou Bradley.

Amigos virtuais
Enquanto isso, uma pesquisa da Kaspersky revelou que 43% dos usuários possuem pelo menos um amigo online que nunca viram pessoalmente. Outra pesquisa da EU Kids Online destacou que 15% das crianças entre 11 e 16 anos já trocaram mensagens de conteúdo sexual, enquanto 5% admitiu ter sofrido bullying na web. A EU Kids Online mostrou também que 49% dos pais cujas crianças navegam na internet a partir de dispositivos móveis não sabem o tipo de material acessado por elas.

A Kaspersky lançou um website específico que contém conselhos e materiais de ajuda para pais, responsáveis e crianças sobre segurança na internet. “Proteger os jovens online significa conversar com eles sobre os perigos e dá-los confiança e controle necessários para que possam navegar com de maneira prudente”, disse Malcom Tuck, diretor da Kaspersky Lab do Reino Unido.

Fonte: kidscape

Deixe uma resposta