Projeto Web Segura

Brasileiro não sabe identificar golpe na Internet. Confira 05 dicas que podem ajudar

By 17 de março de 2013 No Comments

seguroUma pesquisa realizada pela VeriSign apontou que mais de 70% dos internautas brasileiros são vítimas de fraudes na Internet por não conhecerem praticas seguras de navegabilidade. Os golpes virtuais tem se especializados no uso de phising para atrair as vítimas, e dicas simples podem fazer a diferença para evitar que se caia em golpes para rouba de dados.

Para se conseguir os dados, foram apresentados aos entrevistados duas imagens diferentes e deveriam identificar qual delas pertencia a um site fraudulento. De acordo com a VeriSign, a tela da página de phishing continha vários elementos, comuns nesse tipo de prática, que acusavam a fraude, como erros de ortografia, ausência do ícone do cadeado na barra do navegador, solicitação de informações adicionais sobre suas contas e URL com domínio numérico e não específico.

Ataques de phishing e fraudes on-line criam dúvidas e preocupação entre as pessoas que fazem compras on-line. “Com três quartos da população brasileira vulnerável a ataques de phishing, todas as empresas on-line precisam de um método para diferenciar facilmente um site verdadeiro de um site de phishing,” declarou Tim Callan, vice-presidente de marketing de produto da VeriSign.

A pesquisa trouxe ainda dados específicos em relação aos públicos presentes na internet. Segundo o estudo, as mulheres são 10% mais suscetíveis a serem vítimas de phishing que os homens. E o grupo etário mais vulnerável é o entre 35 e 44 anos, que tem 21% mais chances de ser vítima de phishing que o grupo entre 18 a 24 anos.

Confira cinco dicas para ajudar a identificar se um site é genuíno ou não:

1. https:// o “s” no https:// significa que o site é “seguro” que utiliza de criptografia para trafegar os dados e informações inseridas no site estão seguras. Apesar de alguns sites de phishing possuírem um endereço de Web seguro, a grande maioria não possui, por ter como ser rastreado o responsável pelo site. Portanto, os visitantes do site devem estar atentos para a falta de segurança em sites que deveriam tê-la.

2. O ícone do cadeado: para ser significativo, este ícone deve aparecer na interface real do navegador e não dentro do conteúdo da própria página.

3. Marcas de confiança: pistas visuais simples sob a forma de logotipos populares podem mostrar que um Web site é autenticado e seguro e que a empresa é respeitável.

4. Verifique o endereço Web: suspeite de qualquer site com um domínio desconhecido e que contenha o nome de um site conhecido na última parte do seu endereço Web.

5. Barra de endereços verde: isso significa que este site sofreu uma autenticação de identidade ampla, de modo que você pode ter certeza que é o site que afirma ser.

Deixe uma resposta