Projeto Web Segura

Como as crianças brasileiras usam o computador, a internet e o celular

By 1 de março de 2011 No Comments

Pesquisa inédita revela como o computador e o celular estão cada vez mais presentes no dia a dia de crianças entre 5 e 9 anos.

Qual pai ou mãe já não se surpreendeu ao ver a habilidade do filho com o computador em casa? Sim, a nova geração digital tem, cada vez mais, crianças com menos idade. Resultados da 1a Pesquisa Sobre Uso de Tecnologias da Informação e da Comunicação por Crianças no Brasil (TIC crianças), realizada pelo Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) com 2.502 crianças entre 5 e 9 anos, mostrou que 57% delas já usaram o computador em algum momento da vida.

O local onde mais têm acesso a essa tecnologia é em casa (44%), ficando a escola em segundo lugar (40%). Entre as atividades que mais fazem no computador, 80% usa para desenhar e 64% para escrever textos. O uso da internet, apesar de ser baixo nesse grupo de crianças – somente 28% já usaram a rede -, traz um dado polêmico. Enquanto 14% citaram a escola como um dos locais onde mais acessa, as lanhouses (proibidas para crianças) se destacam pelo uso da rede por 17% das crianças (vale lembrar que a pesquisa foi realizada também em áreas rurais, onde o acesso a internet nesses locais é mais frequente). Apesar disso, quase metade entra na internet em casa mesmo, e, o mais curioso, as de 5 anos são as mais conectadas (64%).

E o que as crianças mais fazem na web? Divertem-se! De acordo com as entrevistas, 97% usam a rede para jogar, sendo que 55% entram para brincar em sites que têm desenhos como os que gostam de ver na TV. O uso de redes sociais (como orkut) foi citado espontaneamente por 27% delas. As atividades que envolvem comunicação e educação são pouco utilizadas por esse público.

Uma das tecnologias mais presentes no dia a dia das crianças entre 5 e 9 anos é o celular. Cerca de 64% já usaram o aparelho e 14% tem o próprio telefone. Mas será que elas falam tanto assim? Não muito. O celular é usado principalmente para jogos e para ouvir música e o acesso à internet corresponde a apenas 2%.

A segurança dos pais para evitar riscos à rede não foi questionada aos pais durante o estudo, mas vale lembrar que o acesso à web acontece não somente na sua casa, mas na do amigo do seu filho, então conversar com ele sobre como usar o computador (para o bem!) e os perigos que estão escondidos na web é sempre uma das maiores proteções que você pode oferecer a ele, além dos filtros que você já conhece.

Fonte: Revista Crescer

Deixe uma resposta