Todos, sem exceção, em algum momento, já se questionaram, ou vão se questionar, qual seria seu propósito ou qual seu sentindo da vida. Mesmo sem vínculo religioso ou filosófico, acredito que essa pergunta é pertinente, consistente e contínua… 

As dificuldades diárias que passamos, sem termos nenhum propósito na vida, por fim acabará nos sufocando. Buscar um propósito maior, uma vida com princípios mais nobres, mantendo as responsabilidades em dia, conseguir dar conta da carga de trabalho, da família, ficar alinhado as expectativas do cônjuge, sem se frustrar quando suas expectativas não são correspondidas, da atenção aos filhos e continuar motivado, não é uma tarefa para qualquer um.

Nos momentos confusos, inseguros e conturbados que vivemos hoje, precisamos mais do que nunca sermos perseverantes. Ter uma fonte de inspiração e motivação, traz um propósito de ser resiliente, uma renovação que chega a ser um processo de cura, de energia e reparação frente aos desgastes das batalhas diárias. 

Percebo que pessoas que desenvolveram resistências as adversidades da vida, com fortes propósitos se baseiam em três pilares fundamentais: Uma Causa, pela Família ou pela Fé. 

Causas – Uma causa, um motivo, uma razão para fazer algo que possa mudar a vida de alguém é um grande motivador para despertar para qual é seu propósito. Seja contra a miséria, contra a fome, ou a favor dos animais. O desejo de auxílio ao próximo. De ser um agente transformador de melhoria, desperta uma força pessoal e em uma construção nobre de caráter tão necessário nestes dias atuais 

Família – Nossos filhos, pais, cônjuges e aqueles que identificamos como família, mesmo sem laços consanguíneos. Que temos vínculos de amor, cuidado e carinho são transformados em molas propulsoras que nos recarregam com grande energia para avançar. Para melhorar, para perseverar, nos transformando em suporte, em porto seguro nas tempestades avassaladoras, fortalecendo que as vezes um simples abraço pode mudar o dia de alguém e traz uma sensação de propósito pessoal muito forte.  

– Apesar de termos grandes conceitos sobre Fé, desde as religiões tradicionais até populares manifestações das camisas e adesivos estampados que vemos por aí, existe por trás destas duas letras um significado poderoso e pessoal singular. A Fé transforma qualquer sentimento em uma conexão inquebrável com o Deus, Criador, Arquiteto ou com o Universo, seja como deseja chamá-Lo. E não existe outra mola propulsora que nos faz despertar para o melhor propósito de vida. 

Diante das adversidades, estes três pilares fortalecem nossa perseverança e motivação para nos tornarmos seres humanos mais nobres, mais fortes, mais experientes para o futuro e mais resilientes! Estes pilares podem ainda nos transformar em exemplos para outros, fazendo com que nossas boas ações sejam motivos de inspiração, pois nenhum propósito pode trazer mais benefício pessoal do que percebermos que estamos sendo agentes de mudanças para um mundo melhor, para nós, para nossas causas, nossas famílias, e nossa fé. 

E você? Qual é o seu Propósito de Vida? 

Deixe uma resposta